Please reload

Posts Recentes

Procase conclui ciclo de avaliações com as comunidades beneficiadas

28 Nov 2018

 

  

 

O Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), concluiu na última semana o ciclo de avaliações que estava sendo realizado junto as comunidades beneficiadas. Foram realizados cinco Encontros Territoriais de Monitoramento e Avaliação, nos meses de setembro a novembro deste ano, nas regiões do Cariri Ocidental, Cariri Oriental, Curimataú, Médio-Sertão e Seridó. Os eventos foram realizados pelas Gerências de Monitoramento e Avaliação e Desenvolvimento Humano, e contou com representantes das comunidades beneficiárias dos 90 projetos produtivos do Procase.

 

Na ocasião desses eventos foram avaliados pontos relativos ao andamento prático dos convênios, com o cumprimento de metas, além de ouvir os beneficiários também, quanto a atuação da assistência técnica, eventos de capacitação, participação de mulheres e jovens nas atividades, ações voltadas a comunidades quilombolas, resultados já alcançados, dificuldades e sugestões de melhorias, entre outros pontos.

 

 

Sobre a importância de avaliar as ações, o coordenador do Procase, Aristeu Chaves, destacou as melhorias que o Projeto vem realizando nas comunidades rurais do Estado, junto a Associações, Cooperativas e Assentamentos. “Estamos desenvolvendo ações específicas para o agricultor familiar, beneficiando segmentos diversos, como caprinocultura, apicultura, artesanato, atuando também na perfuração de poços e implantação de kits de irrigação, melhorando o acesso a água, e permitindo que o agricultor, mesmo com as condições adversas, possa cultivar em suas propriedades. Aliada a essas ações também está a Assistência Técnica, que visa auxiliar as famílias tanto no desenvolvimento de suas atividades produtivas, como também em termos de gestão, se preocupando em instruir essas comunidades para que cada vez mais se organizem, se fortaleçam enquanto associações, e que tenham mais acesso a outras políticas públicas”, enfatizou.

 

 

 

O Gerente de Monitoramento e Avaliação, José Rocha, que esteve à frente da organização desses eventos, destaca a importância desse ciclo de avaliações entre os beneficiários do Procase. “Com esse encontro de monitoramento aqui do Seridó, a gente fechou as avaliações do Procase nos cinco territórios, com todos os projetos envolvidos. Estamos na etapa final do Procase, e com esses encontros a gente colheu de cada associação, de cada projeto produtivo, de cada convênio, o que foi que resultou de bom e quais foram as falhas, falha do Procase, falha da assistência técnica, falha das associações e até individualmente de alguns beneficiários, mas no todo vemos que o saldo é positivo, que apesar das falhas, nada prejudicou o andamento e o resultado que se obteve até hoje dos projetos. Alguns já estão praticamente concluídos, outros em fase final, e outros que ainda devem ser finalizados no início do próximo ano, mas é muito positivo a gente ter essa visão do que aconteceu durante todo esse período, como evoluiu, como teve um crescimento, e um crescimento produtivo”, afirmou.

 

Neste ciclo de avaliações realizado pelo Procase, foram cerca de 250 beneficiários ouvidos, onde, além de avaliar os projetos de suas associações de origem, eles puderam também ouvir as experiências dos demais projetos, aprender com os erros e acertos das demais comunidades. Dessa forma, promoveu-se também um intercâmbio que favorece o desenvolvimento e aprendizado entre os produtores rurais na área de atuação do Projeto.  

 

 

De acordo com a beneficiária do Procase no município de Livramento, Luzia Santos, o evento foi de grande importância. “Foi muito proveitoso, vou levar muitos conhecimentos aprendidos com a interação com os demais colegas de outras comunidades. Pudemos ver o que deu certo e o que não deu, e o que podemos melhorar”, destacou.

 

Também de acordo com a beneficiária do Procase na comunidade de Saco dos Goitis, município de Santa Luzia, Carmita Souza, a troca de experiência entre os projetos vem a fortalecer as ações. “Nossa comunidade recebeu barragens subterrâneas, poços amazonas, quintais produtivos e viveiro de mudas. Já estamos em fase final, faltando fechar os últimos pagamentos para fazer a prestação de contas. Foi um projeto muito bom, temos coisas para avaliar e também trocar experiências com outras comunidades, que a experiência de uma comunidade enriquece as experiências de outras. Esperamos que venham outros projetos e que a gente possa aprender com nossos erros”, afirmou.

 

Como fruto desse ciclo de avaliações será feito um relatório apontando os acertos e as deficiências que foram citadas pelas comunidades, de forma que as equipes relacionadas com a execução dessas ações possam tomar conhecimento disso. Dessa forma, os problemas identificados podem ser sanados e realizados também os ajustes necessários a plena finalização desses projetos produtivos.

 

O Procase é fruto da parceria entre o Governo do Estado da Paraíba e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), organismo das Nações Unidas (ONU), beneficiando 56 municípios do semiárido paraibano, e visa fortalecer a agricultura familiar e contribuir para o desenvolvimento rural sustentável, reduzindo os níveis de pobreza rural e fortalecendo ações de prevenção e mitigação da desertificação.

 

 

Please reload

Central de Notícias

mulher

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square